O QUE TE IMPEDE DE AGIR?

By 12 de dezembro de 2016Emoções e Comportamento
Compartilhe esta Postagem.Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

meninaraiva

Se você está lendo este texto, talvez as vezes sinta-se paralisada como se algo te impedisse de partir para a ação.

Quantas vezes eu escuto: “eu sei exatamente o que devo fazer, mas não consigo agir!”. Leitura, reflexão, conselhos, exemplos de pessoas que fizeram, tudo isso já não basta pois as vezes parece que há uma barreira invisível que nos impede de ir para a ação.

Quem nunca sentiu isso? Eu mesma já vivenciei isto inúmeras vezes. E é chato, muito chato!

Nos sentimos frustradas, incompetentes e impotentes. E vem todas estas perguntas na mente:

Porque para a aquela pessoa fazer isso parece tão fácil, tão normal, tão óbvio, tão natural?

Sendo que sou tão capaz, inteligente, hábil quanto?

Pode ser que haja uma dificuldade em dar o primeiro passo, ou em manter um comportamento, um hábito.

Talvez você queira organizar suas coisas, sua casa, ou fazer uma atividade física com regularidade, divulgar seus serviços, mudar de emprego, aprender a cozinhar, fazer trabalho voluntário, viajar, estudar um idioma, conhecer pessoas novas, retomar o contato com alguém, comemorar seu aniversário com uma festa.

Enfim, a lista é infinita. Os desejos são inúmeros. Mas quando chega o final do dia, da semana, do mês, e agora do ano, você fica se perguntando porque não fez, porque não deu o primeiro passo?

Independente de tempo, dinheiro ou outro recurso que pode ser impeditivo, você sabe que na verdade se sentiu paralisada. Tinha tudo para para fazer acontecer mas simplesmente não conseguiu agir, como se houvesse uma “força oculta” que impedisse.

Vou dar uma dica:

Tudo que você reprime se volta contra você!

Sabe aquela frase “Bons pensamentos, bons sentimentos?”.

Então, seria maravilhoso se conseguíssemos nutrir nossa alma só com bondade, amor, mas não é tão simples assim!

Segundo a lógica da auto ajuda, se você for otimista, pensar apenas em coisas boas como perdão, gratidão, amor universal, postar mensagens positivas e motivacionais, você atrairá esta positividade para sua vida.

O que acontece na realidade é como ser humanos somos luz e escuridão. Tudo tem o outro lado da moeda. Sentimos raiva, medo, rancor, mágoa, desejo de vingança, vergonha, sentimento de inferioridade, inveja, etc.

Mas como são sentimentos condenados tanto em termos religiosos quanto sociais, tendemos a negar e esconder esses aspectos nossos. A ponto de negar, reprimir, e nem chegar a sentir estas emoções de forma consciente, de tão “condenáveis” que elas se apresentam para você.

“Mas Gisele, quer dizer que tenho que sair por aí brigando, dizendo tudo que penso e sinto, fazendo coisas inadequadas?”

De jeito nenhum! O que acontece é que quer você queira quer não, não dá para negar os sentimentos e emoções negativas mesmo que você as condene! Podem ser resquícios do passado, ou fatos recentes. Ou quem sabe, algo muito comum, você nutre sentimentos negativos em relação a si mesma.

Imagine que você quer arrumar uma casa, mas sem mexer nos armários e gavetas que contém muitas coisas acumuladas, empoeiradas, estragadas só fazendo volume. Você pode até fingir que não estão lá, que não existem. Mas lá no fundo você sabe que estão lá, sente um incomodo mas é melhor não mexer. Deixa lá. Uma hora a porta do armário não vai fechar direito. Ou quando você resolver abrir vai cair tudo de uma vez só.

É mais ou menos isso que acontece no nosso mundo psíquico. Lembrando que muitas vezes escondemos tesouros valiosos no fundo do armário a ponto de esquecermos que temos. Ou seja, tudo aquilo que suprimimos, seja bom ou ruim, independente do julgamento, podem estar interrompendo nosso fluxo de ação, apesar de não aparecerem, estes aspectos existem, estão aqui.

O autoconhecimento é o melhor caminho para mergulharmos em nós mesmas com o objetivo de viver mais feliz e realizarmos nossos potenciais.

 

Sou psicóloga, coach e abracei a missão de ajudar as pessoas no seu autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. Se quiser conversar mais, fique à vontade para agendar uma avaliação.

Para isso, envie email para gisele@autenticalab.com.br ou inbox pelo facebook da autentica lab que respondo rapidamente.

Atendimentos presenciais (Proximo ao metrô Ana Rosa) em São Paulo Capital ou atendimento on line para demais regiões.

Compartilhe esta Postagem.Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Leave a Reply