Como ter foco? – Descubra seu Foco!

Compartilhe esta Postagem.Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

“Não consigo saber como ter foco, começo a fazer uma atividade e logo parto para outra, penso em várias coisas ao mesmo tempo, aí vem a sensação de que o tempo passou e eu não conclui nada de importante”. Esta situação é tão comum que existem muitos livros, treinamentos, estudos relacionados ao foco. Inclusive o mindfulness (uma técnica derivada da meditação) vem sido muito utilizada em treinamentos empresarias em uma tentativa de driblar este problema. Em algumas filosofias orientais fala-se muito sobre a importância de acalmar a mente. Até mesmo medicamentos são desenvolvidos com este fim. Como ter foco afinal?

Pessoas muito inteligentes e esforçadas se perdem devido à falta de foco.

Bem, não vou dar nenhuma dica nem propor exercícios para ter mais foco. Como já disse, existe muitos materiais de qualidade no mercado, desenvolvido por neurocientistas, psicólogos e estudiosos da mente humana de modo geral.

Mulher segurando câmera fotográfica. Descubra como ter foco no blog da Autentica Lab.

Como ter foco: te convido a pensar de forma diferente.

O que foi falado nestas curtas linhas é a respeito do foco, com f minúsculo. Ou seja, o micro. Fazendo uma analogia com uma floresta, estamos falando da árvore.

Ou seja, quando você não consegue se dedicar, se  concentrar em focar uma tarefa até que ela seja concluída.

Checa o celular, os e-mails, a rede social, vai tomar um café, atende uma ligação.

Se você está em casa então, a gama de possibilidades pode ser ainda maior.

Agora, pensemos em outra situação. Quando escolhemos desempenhar diversas atividades com ou sem sinergia entre si.

Normalmente agimos deste modo movidos pela crença de que atirando para vários alvos, a chance de alguma coisa dar certo é maior. A consequência é que a energia fica dividida e o resultado tente a ser mediano ou apenas satisfatório. Dificultando atingir a excelência.

Temos tendência a desejar tudo. Não queremos perder oportunidades, somos resistentes a abrir mão. Preferimos atirar para vários alvos, do que apostar todas nossas fichas em um só. Daí a dificuldade em fazer escolhas e tomar decisões.

Vejamos como exemplo pais e mães, que com as melhores das intenções, desejam que os filhos ocupem o tempo ou desenvolvam muitas habilidades, de modo que as agendas das crianças comtemplam artes marciais, instrumentos musicais, idiomas, teatro, dança, futebol, vôlei, atletismo, etc.

E, ao mesmo tempo almejam que a criança sinta o gosto do sucesso, destacando-se, ganhando medalhas e participando de eventos importantes em alguma destas atividades. Será que é possível?

Outra situação comum de falta de foco: muitas pessoas convivem com o ímpeto, o desejo de trocar, de mudar antes mesmo de dar uma chance, uma oportunidade para aquilo que iniciaram ou se propuseram a fazer.

Trocam de nutricionista, de professora de inglês, de academia, de curso superior, trocam a escola dos filhos, mudam de médico, de psicoterapeuta, de aparelho de celular, a decoração da casa, tudo. Como trocam o xampu. Quando a opção de trocar não é tão simples, como um emprego, ou um apartamento, ficam afundadas na insatisfação.

Atenção: Uma coisa é trocar algo que não já não está atendendo suas necessidades ou expectativas. Mas é importante se atentar se foi realmente dado o tempo necessário para avaliar o resultado ou a satisfação obtida com aquilo que você se propôs a fazer ou adquirir.

Lanço duas perguntas, desafio para pensar é: será que não projetamos no outro uma insatisfação que está dentro de nós?  Podemos considerar também que procuramos preencher um vazio pulando de uma atividade para outra?

Acredito que a falta de foco (relativa as atividades cotidianas) é uma consequência do lugar em que está nosso Foco. Agora sim, o Foco com o F maiúsculo. O Foco significa: O QUE DESEJAMOS EM UM NIVEL MAIS MACRO.

A falta do foco, a atitude de abraçar muitas atividades, o desejo constante de mudança, gera um grande dispêndio de energia que é muito provável que esteja ligado a saber realmente o que desejamos para nossa vida.

Isso não significa falta de versatilidade ou de flexibilidade nem de variedade.

Longe de afirmar que devemos nos impor apenas um foco na vida e seguir com ele até o final. Mesmo porque a vida é dinâmica, passamos por várias fases, nossas prioridades vão mudando a medida que amadurecemos.

Então, você quer ter foco para buscar seus objetivos? Convido-a a trilhar os caminhos do autoconhecimento.

Sou psicóloga, orientadora profissional e pós graduada em psicanálise. Minha missão é ajudar mulheres  a se reconectarem com si mesmas, por meio de psicoterapia, bem como auxiliar jovens de ambos os sexos no processo de escolha ou reescolha profissional.

Se quiser conversar mais sobre isso, entre em contato inbox ou pelo email: gisele@autenticalab.com.br terei o prazer em conversar com você.

Atendo na região da Ana Rosa ou on line.

Se você gosta de ler sobre autoconhecimento, curta a nossa página no Facebook e coloque nas preferências no feed de notícias assim você não perde nada e sempre terá acesso as novidades fresquinhas. É muito simples:

– Vá com o mouse no topo da página do lado direito aonde tem um pequeno triângulo ao lado do cadeado. Clicando lá aparece preferências no feed. Você pode escolher o que quer ver.

créditos da imagem:  pixabay.com/pt/users/Meditations-2077322/

 

Compartilhe esta Postagem.Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

2 Comments

Leave a Reply